Radici Plastics celebra 25 anos de sua fábrica no Brasil com inovação, alta performance e crescimento sustentável

0
703

Sediada no interior de São Paulo, a vertical de polímeros da multinacional RadiciGroup completa um quarto de século como uma aposta que deu certo

Em 1998, uma das mais importantes empresas da indústria química italiana, a RadiciGroup, fazia o movimento natural ambicionado por toda empresa que é crescer. Mas, não a qualquer custo, a multinacional que desde a década de 40 vinha trilhando uma bela jornada no ramo da fibra sintética e dava seus primeiros passos com o polímero, mergulhou de vez neste universo e lançou a Radici Plastics, empresa com sede em Araçariguama (SP), e que traz a responsabilidade ambiental em seu DNA.

Diversa e abrangente, a vertente de polímeros atende setores como vestuário, esportivo, mobiliário, eletrônico, eletrodoméstico e automotivo. “Começamos há 25 anos como atores coadjuvantes e hoje somos um dos protagonistas do segmento, ocupando atualmente o segundo lugar no mercado de poliamidas”, pontua Jane Campos, South America Country Manager High Performance Polymers do RadiciGroup.

A Radici Plastics cresce ao mesmo tempo em que pauta toda sua atuação nos pilares de ser uma companhia ecologicamente correta, ecologicamente viável e socialmente justa. A empresa já alcançou marcas como 70% da água reutilizada em sua fábrica, 40,3% da energia consumida de fontes renováveis, e 51% na redução da emissão de gases nos últimos seis anos. 

“O impacto do plástico no meio ambiente é um tema urgente para ser discutido pela indústria e temos muito orgulho da história que estamos criando no país. A celebração dos 25 anos da Radici Plastics está sendo muito especial para todo nosso time e queremos celebrar isso junto dos nossos clientes”, complementa Jane Campos.

Todos os esforços sustentáveis realizados nestes últimos 25 anos e que ajudaram a Radici Plastics a se tornar referência na indústria são apenas uma parte do longo e promissor caminho que há pela frente. O investimento em economia circular, em práticas e produtos de menor impacto ecológico e em green products será ininterrupto, dando assim continuidade ao projeto de alta performance aliada a sustentabilidade da Radici Plastics.

Sobre a Radici Group

A história da Radici Group começa com o italiano Pietro Radici, que viajava pela Europa de charrete para vender cobertores, e que em 1941, em Val Gandino, um estreito vale abraçado pela Cordilheira Alpina, fundava a Tessiture Pietro Radici SpA. A empresa, inicialmente dedicada à produção de cobertores e colchas, é então confiada a Gianni Radici, filho de Pietro, que a partir dos anos 50 coloca em prática um processo de diversificação horizontal, da produção de cobertores passa à produção de tapetes, tecidos, carpetes, tapetes para automóveis.

Esta diversificação continuou durante os anos de 1960 e 1970, por meio de uma integração vertical, com a produção de polímeros e fibras sintéticas. Em seguida, com o desenvolvimento de novos mercados, a partir de produtos químicos e polímeros.

Nos anos 80, o interesse do Grupo se concentra nas fibras sintéticas e na especialização da fabricação de produtos químicos indústrias. Após a aquisição de um espaço em Novara, na Itália, surge a Radici Chimica SpA, e consequentemente dá origem ao mercado de plásticos de engenharia expandido e a novas tecnologias de produção.

Nos anos 90 acontecem mais mudanças, especialmente com o desenvolvimento de novas áreas estratégicas de negócios, incluindo o de energia, dando continuidade à integração. Entre 1990 e 2000, a presença de plásticos de engenharia no mercado foi consolidada, e a produção de produtos químicos cresceu ainda mais, sobretudo após o lançamento da Radici Plastics.

Hoje, a missão da RadiciGroup é levada adiante pelo presidente Angelo Radici, o vice-presidente Maurizio Radici e por Paolo Radici.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui