Gestão de Resíduos em Eventos: Guia Completo para um Futuro Sustentável

31
assorted plastic bottles
Photo by mali maeder on Pexels.com

O setor de eventos está em constante evolução, buscando novas formas de conectar marcas e público. No entanto, um desafio crucial emerge: a gestão de resíduos. Com o aumento da conscientização ambiental, a necessidade de práticas sustentáveis se torna cada vez mais urgente.

Impacto ambiental dos eventos:

Uma pesquisa do WWF (World Wide Fund for Nature Inc.) revelou que o Brasil ocupa o 4º lugar no ranking mundial de maiores produtores de lixo plástico. Esse dado ilustra a problemática do descarte inadequado em diversos setores, incluindo eventos. É fundamental que o setor de eventos se engaje em ações para reduzir o impacto ambiental e promover a sustentabilidade.

ESG no setor de eventos:

A AMPRO (Associação de Marketing Promocional) reconhece a importância da sustentabilidade e criou a Diretoria Setorial de ESG, com o objetivo de fomentar o diálogo e fortalecer um mercado mais responsável. O evento “O Futuro do Marketing é Sustentável?” aborda os desafios e oportunidades relacionados ao Meio Ambiente, Social e Governança no setor, buscando soluções para reduzir o impacto ambiental dos eventos.

Práticas sustentáveis para eventos:

A Trashin, empresa especializada em gestão de resíduos, destaca que cada pessoa gera em média 1kg de resíduos em um evento, reforçando a necessidade de ações para minimizar o impacto ambiental. Para isso, empresas do setor de live marketing estão implementando diversas iniciativas, como:

  • Uso de materiais sustentáveis: Priorizar materiais biodegradáveis, recicláveis e reutilizáveis.
  • Estratégias de redução de resíduos: Adotar medidas para minimizar a geração de resíduos, como a redução do uso de embalagens descartáveis.
  • Coleta e destinação adequadas: Implementar sistemas eficientes de coleta seletiva e garantir a destinação final correta dos resíduos.

Legislação e incentivos:

A Lei 17.806, em vigor no estado de São Paulo, estabelece diretrizes para a gestão de resíduos sólidos em eventos. A lei incentiva a utilização de cooperativas de catadores de material reciclável, promovendo a inclusão social e a geração de renda.

Engajamento e conscientização:

O sucesso da gestão de resíduos em eventos depende do engajamento de todos os envolvidos, desde agências e empresas parceiras até clientes, colaboradores e público. Campanhas de conscientização e incentivos para a separação adequada dos resíduos durante os eventos são fundamentais para educar e capacitar os participantes.

Benefícios da sustentabilidade:

Ao adotar práticas sustentáveis, as empresas do setor de eventos podem:

  • Fortalecer a imagem da marca: Demonstrar compromisso com o meio ambiente e a responsabilidade social.
  • Aumentar a competitividade: Atrair clientes e parceiros que valorizam a sustentabilidade.
  • Contribuir para um futuro mais sustentável: Reduzir o impacto ambiental e promover a preservação do planeta.

O futuro da sustentabilidade em eventos:

O setor de eventos está se adaptando para um futuro mais verde. Marcas que se preocupam com o impacto ambiental estão promovendo eventos memoráveis e responsáveis. A AMPRO, por meio da Diretoria Setorial de ESG, busca fomentar o diálogo e promover a cultura ESG de forma transversal no setor.

Conclusão:

A gestão de resíduos em eventos é um desafio crucial para a sustentabilidade do setor. Ao implementar práticas sustentáveis e se engajar em iniciativas de conscientização, as empresas podem contribuir para um futuro mais verde e fortalecer a imagem da sua marca. É hora de construir um futuro mais sustentável para o setor de eventos.