Festa do Figo e Expogoiaba em Valinhos vai até 28 de janeiro

0
384

Evento mostra como a união do Turismo com a Agricultura pode ser um grande negócio

A cerimônia de abertura da 73ª Festa do Figo e 28ª Expogoiaba do município de Valinhos, no Parque Monsenhor Bruno Nardini, realizada na última sexta-feira (12), contou com a participação de Roberto de Lucena, secretário de Turismo e Viagens do Estado de São Paulo (Setur-SP) e lotou o espaço com convidados locais e de toda região num evento que teve a sua 1ª edição em 1939, com a Festa do Figo.

“Vivemos hoje mais uma celebração onde as estrelas são o figo e a goiaba, e por trás dessas frutas estão os empenhados agricultores,” ressaltou Lucena. “Com 127 mil habitantes e distante 82 km da capital paulista, Valinhos é integrante da Região Turística do Circuito das Frutas com mais nove destinos, e é justo dizer que esta é uma das mais importantes festas de São Paulo e do Brasil que, no ano passado, recebeu um público de 300 mil pessoas”, completou ele.

A prefeita de Valinhos, a capitã Lucimara Godoy, informou que o evento segue até 28 de janeiro, totalizando três finais de semana. Serão nove grandes shows, sendo seis gratuitos e três pagos, no palco principal, além de diversas atividades, atrações regionais no Palco Frutas, Tenda do Rock e no restaurante italiano. Com entrada gratuita todos os dias, o evento é uma das festas mais esperadas da população valinhense e de toda a Região Metropolitana de Campinas”, disse a prefeita Lucimara.

Todos os sábados e domingos dos três finais de semana do evento haverá passeios de Agroturismo. O roteiro passa por propriedades nas quais os visitantes podem conhecer as paisagens, o cultivo do figo e da goiaba, a produção de doces típicos e poderão degustar vinhos e licores artesanais. Também aos finais de semana é possível realizar um city tour pelos principais pontos turísticos de Valinhos como vinícolas, empórios e a casinha do figo com chocolate. “Diante deste otimista cenário, ressaltamos que este evento é um forte indutor da atividade turística local e regional”, finalizou Roberto de Lucena.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui