Direitos do Turista: Guia para uma Viagem Sem Estresse no Brasil

20
Visão traseira da turista em frente à igreja Igreja Matriz no centro histórico da Ilhabela, Brasil

Descubra os principais direitos do consumidor turista no Brasil e viaje sem preocupações. O turismo no Brasil desempenha um papel significativo no desenvolvimento econômico e social do país. Após o período desafiador da pandemia, o setor está em ascensão, com um crescimento de 8% em volume de receita no ano passado, totalizando R$ 189,4 bilhões, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Com o aumento do fluxo de viajantes, surgem também relatos de golpes e fraudes. Entre 2020 e 2023, houve um aumento de 2.109% nas fraudes digitais relacionadas ao turismo, de acordo com a consultoria Transunion. Diante desses desafios, é fundamental conhecer seus direitos como consumidor turista no Brasil.

Principais Direitos do Consumidor Turista:

1. Compra de Pacotes Turísticos: As agências de turismo são responsáveis por problemas durante a viagem, como problemas na hospedagem. O consumidor tem o direito de cancelar a compra em até sete dias e solicitar o estorno caso haja descumprimento do contrato.

2. Serviços e Acomodações: Os hotéis são responsáveis por garantir os benefícios prometidos na reserva e responder por eventos como furtos. Ao reservar online, é importante estar atento a possíveis golpes.

3. Locação de Automóveis: As locadoras devem fornecer informações claras sobre os serviços, condições e custos. O cliente tem o direito de solicitar um veículo em boas condições e seguro para conduzir.

4. Atrasos nos Meios de Transporte: Em caso de atraso ou cancelamento, a empresa de transporte deve manter o passageiro informado e oferecer alternativas, como reacomodação gratuita e assistência.

5. Desistência do Embarque/Viagem: Os passageiros têm o direito de desistir da compra em até 24 horas, com reembolso integral. Para viagens de ônibus, é possível receber o reembolso até três horas antes do embarque.

6. Bagagens: É importante observar as regras de peso e dimensões permitidas para embarque e ficar atento a possíveis perdas ou extravios. O passageiro tem direito a indenização em casos de danos ou extravios, conforme prazos estabelecidos por modalidade de transporte.

Para obter mais informações sobre os direitos do turista, consulte as Cartilhas disponibilizadas no Portal do Ministério do Turismo. Em caso de dúvidas, consulte um profissional jurídico para garantir uma experiência tranquila e segura durante sua viagem.